Eurostat

O indicador é definido pelo volume de resíduos depositados (diretamente ou indiretamente) de um país por ano, dividido pelo volume dos resíduos tratados, no mesmo ano. Resíduos tidos em conta excluem resíduos minerais importantes, lamas de dragagem e solos contaminados. Esta exclusão aumenta a comparabilidade entre países, como contas de resíduos minerais para quantidades elevadas em alguns países devido a atividades econômicas como mineração e construção. Uma exceção, porém, é que o indicador inclui explicitamente dos resíduos de combustão e solidificados, estabilizados e vitrificados, apesar de eles serem completamente ou parcialmente mineral.

O indicador é derivado do relatório bienal dos países de acordo com o Regulamento sobre Estatísticas de Resíduos. Ele cobre a deposição em aterro de resíduos perigosos (Hz) e (NH) resíduos não perigosos de todos os sectores econômicos e das famílias, incluindo os resíduos de tratamento de resíduos (resíduos secundários).

A deposição em aterro é definida por códigos de eliminação de D1, D5, D12 e rotulado «depósito sobre ou no interior da terra" (resumido como código DSP_D no banco de dados). O indicador baseia-se em dados compilados de acordo com o anexo I do Regulamento relativo às estatísticas de resíduos (Regulamento 2150/2002 / CE) e à nomenclatura estatística dos resíduos CER-Stat estabelecida no anexo III).

Taxa de deposição de resíduos excluindo os grandes resíduos minerais